Existem mais de 100 tipos de artrite, mas, em geral, trata-se de uma doença que causa dor e inchaço nas articulações das pessoas. A doença pode afetar pessoas de diferentes idades. Um desses tipos é a artrite reumatoide. E os pesquisadores já demonstraram que o canabidiol é eficaz no tratamento da doença, além de não causar efeitos colaterais nos pacientes. Leia, neste texto, sobre o uso do canabidiol para artrite reumatoide.

A artrite reumatoide

A artrite reumatoide causa inflamação crônica das articulações, principalmente das mãos, punhos, joelhos e pés, provocando inchaço, dores fortes, rigidez, deformações e até perda do movimento. Estima-se que 1% da população mundial seja atingida pela artrite reumatoide. Só no Brasil são cerca de 2 milhões de pessoas com a doença.

A causa da doença ainda é desconhecida e acomete duas vezes mais as mulheres do que os homens. Geralmente a doença se manifesta entre os 30 e 40 anos, mas sua incidência aumenta com a idade.

O tratamento tradicional varia de acordo com o estágio da doença, sendo mais agressivo se o grau da doença também for agressivo. A base do tratamento são os anti-inflamatórios e corticoides para as fases mais agudas. Mais recentemente os agentes imunobiológicos passaram a compor as opções terapêuticas. Em alguns pacientes há indicação de cirurgia. Quando não há tratamento adequado, as dores e os sintomas progridem e levam a lesões que atrofiam e dificultam ainda mais os movimentos dos membros, principalmente das mãos e dos dedos.

Fisioterapia e terapia são importantes e contribuem para que o paciente consiga continuar a exercer as atividades diárias.

O tratamento da artrite com o CBD

Além da eficácia, o canabidiol para artrite reumatoide não causa efeitos colaterais nos pacientes, diferente dos medicamentos tradicionais utilizados, que são tóxicos. A ação do canabidiol se dá de duas formas para os pacientes, diminuindo a resposta do sistema imunológico e como anti-inflamatório.

No organismo humano, os receptores canabinoides CB1 e CB2 estão diretamente relacionados à inflamação crônica. Estudo realizado pelo Department of Musculoskeletal Biology da Universidade de Liverpool, identificou que a ativação desses receptores por canabinoides da maconha pode diminuir o processo inflamatório. E os receptores CB2, presentes nas células do sistema imunológico e também nas células das articulações, quando ligados ao canabinoide promovem redução da inflamação e inibem a síntese dos osteoclastos, células que corroem os ossos.

Outros estudo sobre a artrite e o canabidiol

Um dos primeiros estudos realizados foi publicado em 2000 na revista “Proceedings of the National Academy of Sciences”. Os pesquisadores trataram camundongos com artrite reumatoide usando o CBD. Dos camundongos que receberam o canabidiol, 34% deles ficaram curados. Entre os animais que não receberam nada, 69% apresentavam a doença em graus moderado e severo. Entre os tratados, esse número baixou para 40%.

Em um outro estudo, realizado pela The Health Effects of Cannabis and Cannabinoides, nos Estados Unidos, demonstrou que o alívio de dores crônicas é a condição mais comum citada pelos pacientes para o uso da cannabis. Pacientes com artrite sofrem com muitas dores crônicas.

Se você gostou desse conteúdo comente aqui e compartilhe com seus amigos. Para continuar lendo sobre os benefícios da maconha medicinal clique aqui e veja como o canabidiol pode ajudar pacientes obesos a terem uma qualidade de vida muito melhor.

Nos conte também outros conteúdos que você gostaria de ver aqui em nosso blog.

Fontes: https://www1.folha.uol.com.br/fsp/ciencia/fe0108200003.htm

https://www.reumatologia.org.br/doencas-reumaticas/artrite-reumatoide/


Leave a Reply

Your email address will not be published.