cannabis hibrida

Se você é um entusiasta no universo da Cannabis, sem dúvidas já ouviu falar sobre as características da Cannabis Híbrida e suas utilizações. Essa é apenas mais uma variação das espécies de cannabis existentes no mundo todo. 

Apesar de sua importância e amplo reconhecimento, muitos inexperientes e iniciantes no ramo podem ficar em dúvida sobre quais são as principais características dessa planta. 

Eles também podem se questionar sobre o processo de cultivo dessa planta, sua floração e cuidados necessários. 

Pensando em todas essas perguntas e com o objetivo de ajudar, a equipe Plantando Bem desenvolveu este conteúdo completo sobre a cannabis híbrida e suas particularidades. Basta continuar a leitura. Acompanhe!

O que é cannabis híbrida?

Cannabis híbrida é a planta resultante da mistura genética ou cruzamento entre a cannabis sativa e indica. 

Ela é muito mais comum do que você imagina, já que as duas espécies foram tão cruzadas que é difícil encontrá-las 100% puras. Isso mostra que a maioria das cannabis que vemos no Brasil são híbridas. 

Essa espécie é muito cultivada de modo indoor em celeiros, mas também são encontradas no cultivo outdoor em fazendas ou áreas próprias para seu desenvolvimento. 

Principais características da cannabis híbrida

cannabis hibrida plantar

Para entender as características da cannabis híbrida é necessário entender as peculiaridades das plantas genitoras. 

Afinal, como elas reúnem características das sativas e indicas, podem variar muito dependendo da parcela dominante. 

Assim, se uma planta híbrida apresentar em sua composição genes dominantemente da sativa, seus efeitos trarão mais euforia, energia e disposição, enquanto que caso ocorra o contrário, os efeitos serão mais relaxantes. 

É importante ressaltar também que as híbridas também podem ter acréscimos genéticos de outras plantas, como a Ruderalis, por exemplo. 

Quais são os efeitos da cannabis híbrida?

Os efeitos da cannabis híbrida podem variar muito de região para região, mas normalmente correspondem ao ponto de equilíbrio entre os efeitos da cannabis sativa e indica. 

Isso significa dizer que a híbrida conta com propriedades psicoativas moderadas, nem tão intensas como na sativa, nem tão baixas como na indica. 

Além disso, são capazes de manter a atenção e uma leve sensação de calmaria, sem excessos. É por isso que elas são as mais queridas no universo grower

Qual é a diferença entre a cannabis híbrida e os outros tipos?

Existem muitas diferenças entre uma planta híbrida, que mistura espécies diferentes, e aquelas “puras”, que oferecem efeitos específicos, como você verá a seguir.

Cannabis indica

A cannabis indica, proveniente do Oriente Médio, apresenta maiores porções de canabidiol (CBD), responsável pelo efeito relaxante e adormecente. 

A indica é escolhida quando o objetivo é descansar, relaxar e aliviar a tensão muscular de quem a utiliza. 

Cannabis sativa

A cannabis sativa, originária da Ásia Central, é muito forte a presença de tetrahidrocanabinol (THC), que consiste numa substância psicoativa que causa euforia. 

Esse sentimento de euforia causado pela sativa é comumente acompanhado de ondas de criatividade e foco, sendo essa uma modalidade muito utilizada por quem deseja ser mais produtivo em ocasiões específicas. 

Cannabis ruderalis

A ruderalis é pouco conhecida e explorada no universo canábico devido aos seus baixos efeitos sobre o sistema nervoso humano — tanto seus níveis de THC quanto CBD são insuficientes.

Elas são mais presentes em regiões de clima frio e montanhoso, como a Rússia e Sibéria. Afinal, necessitam de baixa incidência de luz solar e ventilação para se desenvolverem, por isso se tornam um sucesso nessas regiões mais extremas. 

Sua produção também é acelerada, fechando o ciclo de semente ao cultivo em pouco mais de um mês de desenvolvimento. 

Isso faz com que os growers cruzem a ruderalis com as outras duas espécies, a fim de conseguir plantas de cultivo acelerado e efeitos interessantes. 

Como é o cultivo da cannabis híbrida?

cannabis hibrida caracteristicas

O cultivo da cannabis híbrida depende muito de quais são as espécies escolhidas para o cruzamento. 

Afinal, algumas espécies demandam ambientes mais quentes e outras, mais frios, para o crescimento saudável. 

Germinação

Sobre a germinação das sementes, assim como qualquer semente de outras espécies de cannabis, é interessante guardá-las na geladeira desde o período da compra até o momento de realmente germiná-las, para garantir sua durabilidade. 

Além disso, imergi-las em um copo d’água para testar a sua eficácia é uma estratégia muito interessante. 

Se a semente afunda, significa que está apta para a germinação e produção de uma nova planta. 

Caso boie, é provável que será uma semente infrutífera. É claro que existem exceções, mas essa regra costuma funcionar muito bem. 

Feito o teste, basta iniciar o processo de germinação, inserindo a semente entre duas folhas de papel toalha umedecido, inseridas em um local escuro e com temperaturas mais altas. 

Ao notar o seu desenvolvimento e o aparecimento das primeiras raízes, é necessário plantá-las em um ambiente específico, com terra preparada, argila e nutrientes. 

Mudas

Ao passo que crescem, as mudas precisam ser trocadas de recipientes, para que suas raízes se espalhem com facilidade e segurança. 

Por isso, no caso do cultivo indoor, é necessário atenção aos estágios de desenvolvimento de cada planta, identificando qual o momento ideal para trocá-la de vaso. 

No cultivo outdoor talvez não seja necessário migrar as mudas, mas sempre ampará-las com cercados e suspensores. 

Floração

No caso da mistura entre sativa e indica, a floração tende a ser alcançada em menor espaço de tempo, como ocorre com a cannabis indica, com alto rendimento. 

Quanto menor o tempo entre a germinação e a floração, melhor para os growers, que terão lindas plantas resinadas de modo mais rápido e acelerado. 

Conclusão

Percebeu como a cannabis híbrida é interessante e pode ser uma ótima alternativa para o seu plantio? 

Essa mistura de genes resulta em possibilidades maiores de produção e consumo, já que pode apresentar um desenvolvimento mais rápido. 

Se você gosta desse tipo de conteúdo, que explora e explica o universo canábico, não deixe de acompanhar o blog Plantando Bem e os artigos nele compartilhados. 

Caso você deseje se especializar no cultivo de plantas indoor e outdoor, o que acha de conhecer a metodologia Grower Dedo Verde, desenvolvida pela Plantando Bem? 

Os conhecimentos, disponibilizados em formato de curso online, podem te ajudar a ter ainda mais sucesso no seu cultivo e experiência no ramo. Vale a pena conferir!


Leave a Reply

Your email address will not be published.