6 dicas para melhorar seu cultivo usando LEDs

Tempo de leitura: 4 minutos

6 dicas para melhorar seu cultivo usando LEDs

 

Dicas Led

*Atenção: QUANDO FALAMOS DE LED, ESTAMOS FALANDO DE LEDs PARA CULTIVO (GROW LED).

À medida que a tecnologia da iluminação continua a avançar, os cultivadores estão começando a testemunhar os benefícios de substituir as luzes HPS por luzes de LEDs inteligentes . Além de uma redução no consumo de energia e custos de utilidade, cultivadores estão ativamente procurando fazer mais do que simplesmente substituir o HPS por LED , eles estão olhando para o LED para avançar a qualidade do produto, aumentar o rendimento e gerar mais eficiência.

Plantando bem

Para aqueles produtores que já compraram ou estão interessados ​​em dar o próximo passo, separamos 6 dicas para melhorar a sua colheita usando LEDs:

 

  1. Fique atento ao consumo de água – Um erro comum, muitas vezes feito quando os produtores mudam de equipamentos HID para LEDs. A iluminação HID gera calor e contém altos níveis de luz infravermelha ( IV ) que ajuda a secar o solo e as plantas. À medida que o LED, as luzes não geram a mesma quantidade de calor e nenhuma luz IV , você, como um produtor, precisa ser observador para que você não regue demais as suas plantas.

 

2. Calor? – Os produtores que usam HID s dependem frequentemente do calor que vem das tradicionais luzes. Depois de mudar para o LED esses produtores (se não forem levados em consideração durante a instalação), muitas vezes experimentam uma queda de temperatura, pois os LEDs não geram a mesma quantidade de calor que o HID s. Isso significa que os produtores podem ter que aumentar a temperatura na instalação de crescimento para que sua safra possa prosperar. Mas não deixe isso desencorajar você, graças à eficiência energética dos LEDs, as economias energia serão positivas. No Brasil, isso também pode ser uma vantagem, já que somos um país quente.

 

3. Altura importa – Os LEDs na altura precisa pode enriquecer seu rendimento e qualidade. Embora a maioria dos ambientes tenha uma série de fatores que devem ser considerados ao montar seus LEDs , incluindo a presença ou a ausência de luz natural, você deseja garantir que seus LEDs possam manter uma distribuição ampla e uniforme de luz concentrada no fundo Se você montar seu LEDs muito alto, você pode aumentar sua área de cobertura, mas você também estará reduzindo a intensidade da luz. Se você montar seu LEDs muito baixo, a proximidade intensa da luz pode estressar suas plantas.

 

4. Instale várias unidades – Graças à capacidade do LED para criar uma saída de luz direcionada usando a óptica, você pode crescer suas plantas com uma lâmpada LED. No entanto, suas plantas são melhor atendidas quando você calcula e implementa várias unidades em suas instalações de cultivo. Isso permite que os feixes se sobreponham e maximizem a distribuição de luz através do dossel. Isso pode poupar muito dinheiro no final, enquanto ainda está obtendo melhores condições de luz.

 

5. Definir seus ciclos de luz – Os ciclos de luz estabelecem o ritmo da vida biológica daas suas plantas. Os produtores de interiores podem manipular esses ciclos de luz aumentando ou diminuindo as horas de luz e escuridão, estimulando o fotoperíodo de uma planta sempre que desejado. Para os produtores de estufa, também é possível manipular ciclos de luz e escuridão através do uso de cortinas blackout e iluminação suplementar. As cortinas blackout automatizadas ajudam os produtores a bloquear a luz solar indesejada e garantir os períodos escuros necessários durante os longos dias de verão, enquanto a iluminação suplementar ajuda a preencher o espaço de luz necessário durante os meses de inverno obscuros. Certifique-se de que suas plantas tenham toda a luz que precisa. O ciclo de luz mais popular durante o estágio vegetativo é de 18 horas de luz por dia com 6 horas de escuridão para flores.

 

6. Escolha um bom LED – Os LEDs exclusivos para plantas já estão disponíveis em todas as partes do mundo. Escolha o seu e vamos lá.

 Plantando bem

 

Você não vai querer perder, vai?

 

Texto original: THE WEED BLOG / Traduzido e adaptado por: Jean Cristian