Protegendo suas plantas do Mofo

Nesse conteúdo você verá dicas para estar protegendo suas plantas do mofo

plantas mofo
Planta de cannabis com mofo ao redor

Tal como acontece com qualquer produto fresco, há duas preocupações ao escolher a cannabis: pesticidas e mofo.

Os pesticidas podem ser controlados simplesmente garantindo que você, ou a fonte que você obtém, escolha não usar produtos químicos nocivos para cultivar ou proteger suas plantas.
Mas, por outro lado o mofo é um produto do meio ambiente e pode infectar plantas em qualquer estágio, sem os controles adequados.

Por essa razão eu vou compartilhar com você um guia útil para você entender, detectar e evitar que esse crescimento disfarçado arruine suas plantas preciosas.

Por que o mofo é ruim para as plantas?

Planta sendo atacada por mofo

Para aqueles que vivem em climas secos , o mofo é uma preocupação rara, mas para aqueles que vivem em partes úmidas do mundo, a devastação que pode causar as casas e à saúde é bem conhecida. Quando o mofo ataca plantas destinada ao fumo, pode causar graves complicações para a saúde. É muito mais provável do que ter planta atacada, é ter seus efeitos confundidos.

Pode causar, dependendo do tipo de mofo e exposição, uma série de sintomas, incluindo:

  • Tosse
  • Problemas respiratórios
  • Dores de cabeça
  • Vômito
  • Diarreia
  • Palpitações cardíacas
  • Pneumonite – inflamação das paredes dos alvéolos nos pulmões
  • Aspergiloma – crescimento de mofo nos pulmões

Por sorte, o mofo pode ser facilmente detectado e tratado se você souber o que procurar.

plantas mofo
Mofo

Se estiver no estágio inicial do crescimento, o mofo pode ser difícil de notar a olho nu. O melhor amigo do cultivador nessa hora, é uma lupa. Se o mofo se espalhou, uma luz negra irá fazê-lo se destacar em meio ao amarelo e verde.

Existem 5 tipos principais de mofo que afetam a cannabis: Aspergillus, Penicillium, Rhizopus, Mucor e Botrytis devastador.

  • Aspergillus:   uma família de algumas centenas de mofos, muito comuns tanto dentro como fora. Você teria dificuldade em inalar seus esporos diariamente. Seus efeitos variam desde o cheiro em sapatos fedidos e alimentos estragando até doenças pulmonares em animais e humanos, especialmente aqueles com sistema imunológico comprometido
  • Penicilium:  algumas espécies são usadas para criar o antibiótico Penicilina e no processo de fabricação de queijo. Outros podem arruinar as culturas frutíferas, ou infectar e prejudicar animais e seres humanos.
  • Rhizopus:  amplamente encontrado em frutas, geleias, pão, amendoim e tabaco. Algumas espécies são invasores oportunistas de seres humanos através de infecção, incluindo complicações diabéticas
  • Mucor:  um mofo de rápido crescimento, que geralmente não afeta criaturas de sangue quente, algumas espécies podem causar infecções de espalhamento rápido e necrosantes
  • Botrytis:  Também conhecida como podridão de gemas ou podridão, é mais conhecida por afetar uvas. A palavra significa literalmente “doença da uva”. Existem dois tipos de infecção de plantas. A “podridão nobre” ou a podridão seca é realmente utilizada para melhorar o sabor de alguns vinhos, enquanto a podridão cinzenta “ou a podridão úmida é um assassino devastador de cultivos de morangos, tomates, ruibarbo e cannabis. Pode infectar pulmões causando uma condição chamada “pulmão vitivinícola” em indivíduos predispostos.

O que procurar?

plantas mofo
Visão ampliada Mofo

Ao procurar mofos, seja sob luz negra , uma lupa ou a olho nu, existem características comuns no padrão de crescimento e na composição da maioria dos mofos que os separam facilmente da estrutura dos botões de cannabis.

Mofo apresenta:

  • Manchas negras ou esporos
  • Mofo branco, cinza, marrom ou amarelo
  • Material branco, cinza ou preto na terra, fazendo com que pareça que os insetos fizeram sua casa no meio

O cheiro do mofo pode variar, então, saber o que sua planta deve cheirar é uma vantagem. Se, de repente, começa a sentir o cheiro de mofo, como urina, lavanda ou cheiro de banheiro público, provavelmente está infectado com o mofo. Existem algumas cepas de cannabis que têm odores descritos como lavanda, urina de gato, queijo mofado ou até mesmo gambás, mas mesmo nessas cepas, muitas vezes pode dizer a diferença entre um odor causado pela planta e um contaminante.

As causas das flores mofadas

plantas mofo
Cannabis com mofo dentro de um pote

Os esporos de mofo estão ao nosso redor, e poucos lugares na terra podem reivindicar ser livres deles, incluindo a maioria dos hospitais. Os filtros, os quartos à prova de ar e as roupas limpas podem impedir que eles entrem, mas são definitivos. Quando você sabe a causa de sua proliferação, você pode controlar a possibilidade dele atacar mais plantas.

Mofos gostam de umidade elevada e falta de circulação de ar. Para as salas de cultivo, os ventiladores atuam não só para fortalecer as hastes, mas também para evitar que os insetos desembarquem e os mofos se desenvolvam. Qualquer produtor experiente fará com que eles separem e descartem as plantas suspeitas de terem mofo antes da colheita.

A maioria dos mofos podem começar após a colheita. Se a umidade for muito alta no processo de secagem, o mofo irá atacar. Alguns produtores menos escrupulosos ou comerciantes do mercado negro podem tentar umedecer  a planta para adicionar peso, depois armazená-lo em recipientes hermeticamente fechados, fazendo com que o mofo ocorra. Até existem algumas pessoas que preensão tijolos de plantas antes de seca lás, causando mais mofo.

Prevenção no cultivo de cannabis

Prevenção e controle de pragas

A umidade segura para estar protegendo as suas plantas do mofo é de até 55%. Com umidade mais alta o mofo pode crescer e se espalhar.

Pote com flor e pacote de Boveda 62
Protegendo a planta do mofo

Ao curar suas flores, há pacotes de Boveda 62 para manter os níveis de umidade baixos, assim estará protegendo suas plantas do mofo. O passo mais importante na prevenção do mofo, além do controle da umidade, é renovação de ar nos seus recipientes. Certifique-se abrir o pote para entrar ar fresco no processo de cura, muitas vezes, para evitar o aparecimento de mofos.

É tarde demais, ou não?

É tarde demais, ou não?

Se você achar que sua colheita está infectada com o mofo, é sempre melhor destruí-lo do que arriscar sua saúde , mas para os desesperados, há algumas etapas que você pode tomar para minimizar o risco de ainda usá-lo.

  1. Bongs : filtração de água reduzirá contaminantes de esporos em fumaça em cerca de 15%
  2. Assar a planta : 10 minutos a 100 ° C matarão a maioria dos bolores e esporos do mofo, mas ainda irá colocar partículas de mofo em seus pulmões e possivelmente causar mal a sua saúde.
  3. Extração Super Crítica : extrair seus canabinóides através de extração de butano ou álcool deixará para trás a maior parte do mofo, e é sua melhor opção. Este processo, enquanto a sua opção mais completa, ainda não é 100% seguro

                          FONTE: HERB.CO/Tradução livreCANNABIS

Essa é uma atulização do nosso artigo postado. Esse é o link para o artigo original: https://plantandobem.com.br/plantas-mofo/

Planta de cannabis com mofo

Veja também um vídeo onde eu falo sobre “Tive problemas com a umidade alta no cultivo indoor / grow” : https://youtu.be/WuPDJ_wBN_o


Jean Silva

Jean Silva é Cultivador, ativista e apaixonado por Cannabis. Grower apaixonado desde 2013, Master Grower, Fundador da Unicanna e Plantandobem.com.br que hoje recebem mais de 25.387 cultivadores a cada mês, no site, 43.700 no Instagram e 31.400 no Youtube. Dedicado a ajudar você a saber mais sobre Cannabis Medicinal e ter colheitas de flores lindas, saborosas e cheirosas. Veja os novos cursos: https://unicanna.com.br

Leave a Reply

Your email address will not be published.