A osteoporose atinge 10 milhões de pessoas no Brasil, segundo estimativa da Fundação Internacional de Osteoporose (IOF). No mundo, são 200 milhões afetadas pela doença, também segundo dados da IOF. O principal sintoma é o enfraquecimento gradual dos ossos, podendo ser até incapacitante. A boa notícia é que há uma opção de tratamento que está ajudando muitos pacientes, é o uso da Cannabis para osteoporose. Embora ainda seja pouco prescrito no Brasil, outros países já estão utilizando a cannabis no tratamento da osteoporose.

Já estão sendo realizadas pesquisas que consigam comprovar a eficácia da erva no tratamento da enfermidade. Um estudo da Universidade de Edinburgh, na Escócia, identificou que o sistema endocanabinoide é importante na regulação do metabolismo ósseo. Em testes feitos em camundongos com osteoporose relacionada com a idade, formação óssea prejudicada e renovação óssea em desequilíbrio foi identificada a deficiência de receptores canabinoides que poderiam se ligar aos da Cannabis medicinal.

Um outro estudo realizado por pesquisadores israelenses, das Universidades Tel Aviv e Hebraica, demonstrou que ossos quebrados podem ser curados mais rapidamente e ficarem mais fortes com o uso do CBD. Ratos com fraturas no fêmur se recuperaram em um tempo bastante rápido e com muita qualidade.

A hipótese é de que é desta forma que a Cannabis age no organismo quando usada no tratamento da doença. As substâncias da Cannabis são capazes de restabelecer o funcionamento adequado do nosso sistema endocanabinoide, com isso, a formação óssea regular.

A osteoporose

A osteoporose é capaz de atingir todos os ossos do corpo, deixando-os tão fracos que podem quebrar com o mínimo de esforço. A doença atinge, principalmente, mulheres após a menopausa, pessoas com mais de 70 anos, ou pacientes com doença renal hepática, endócrina, hematológica ou que usam alguns medicamentos, como corticoides.

Nossos ossos são compostos por complexos minerais com cálcio que estão em constante processo de renovação, já que são formados por células encarregadas de reabsorver as áreas envelhecidas e por outras responsáveis por produzir ossos novos. Esse processo permanente e constante possibilita a reconstituição do osso quando ocorrem fraturas. Com o tempo a absorção das células velhas aumenta e a de formação de novas células ósseas diminui. Com isso, os ossos perdem a resistência.

Normalmente, o tratamento é feito com suplementação de cálcio e vitamina D, além do uso dos Bisfofonatos, Raloxífero, Teriparatida e Ranelato de Estrôncio. Além da associação de uma alimentação equilibrada e rica em alimentos que possuem cálcio e exercícios físicos leves, que ajudam no fortalecimento dos ossos.

O tratamento da osteoporose com Cannabis

É utilizado o óleo de canabidiol (CBD) para o tratamento dos pacientes com osteoporose. A dosagem varia de acordo com o grau da doença no paciente, em geral, os pacientes começam com uma dose pequena e vão aumentando até que os resultados desejados sejam alcançados. A concentração de óleo de CBD desempenha um papel importante na dosagem. Em média, 25 mg de CBD por dia podem ser eficazes para a maioria das pessoas.

Mas os pesquisadores seguem aprofundando os estudos e pesquisas para garantir que os medicamentos com a Cannabis medicinal não causem efeitos psicoativos nos pacientes, especialmente nos idosos.

A Cannabis medicinal tem se mostrado muito importante para pacientes com diferentes doenças. Para continuar lendo sobre esse assunto, clique aqui e leia sobre o uso da Cannabis para a endometriose.

Se você gostou desse conteúdo, compartilhe com seus amigos. E comente aqui para nós outros temas e doenças que podem ser tratadas com a Cannabis que você gostaria de ler aqui no blog.

Fontes: https://www.reumatologia.org.br/doencas-reumaticas/osteoporose/


Leave a Reply

Your email address will not be published.