Como é feito o óleo de Cannabis e para que serve?

Os óleos de Cannabis estão se tornando cada vez mais populares, especialmente pelo crescimento de demanda mundial nos últimos anos. Depois de demonstrar sua efetividade contra convulsões, o produto vem ganhando espaço nos estudos científicos e prescrições médicas, confirmando seu potencial para o tratamento de doenças crônicas.

Existem três diferentes óleos: Full Spectrum, Broad Spectrum e CBD Isolado. Todas estas substâncias são extraídas da Cannabis. Para produzir os óleos de é necessário extrair a substância da planta e diluí-la em um óleo transportador, como o óleo de coco ou de sementes de cânhamo.

O óleo de canabidiol é o mais comum produzido a partir da maconha. Ele é derivado do CBD isolado. O óleo de canabidiol não possui THC. O óleo de CBD é a forma mais pura do composto. Produzido pela remoção de todos os outros compostos encontrados na planta, incluindo terpenos, flavonoides, partes de plantas e outros canabinoides. O CBD isolado é normalmente extraído do cânhamo, devido ao seu baixo ou inexistente teor de THC. O CBD isolado é adequado para pacientes que foram recomendados doses muito altas de CBD e para pacientes sensíveis ao THC ou outros canabinoides.

A ação do óleo de canabidiol é devido principalmente à sua atividade em dois receptores presentes no organismo, conhecidos como CB1 e CB2. O CB1 está localizado no cérebro e está relacionado com a regulação da liberação de neurotransmissores e da atividade neuronal, já o CB2 está presente nos órgãos linfoides, responsáveis pelas respostas inflamatórias e infecciosas. Ao atuar no CB1, o canabidiol diminui a atividade neuronal, ajudando a relaxar e reduzir a ansiedade, além de regular a percepção de dor, a memória, a coordenação e a capacidade cognitiva. Já ao atuar sobre o receptor CB2, ajuda no processo de liberação de citocinas pelas células do sistema imunológico, o que ajuda a diminuir a dor e a inflamação.

O óleo do tipo Full Spectrum contém todos os compostos encontrados naturalmente na planta, incluindo terpenos, óleos essenciais e outros canabinoides, que juntos ampliam os benefícios terapêuticos da Cannabis. É a opção para pacientes que desejam se beneficiar de pequenas concentrações de THC. Já o Broad Spectrum é uma mistura entre o Full Spectrum CBD e o CBD Isolado. Ele é menos processado que isolado, também sem risco de efeitos psicoativos e indicado para pacientes sensíveis ao THC.

Como o óleo de cannabis é o mais comum dos óleos produzimos a partir da maconha, listamos abaixo, de forma detalhada, todos os benefícios do medicamento:

  • Alívio da dor

O corpo humano possui um sistema chamado sistema endocanabinoide, que está envolvido na regulação de uma variedade de funções básicas, como sono, apetite, dor e resposta do sistema imunológico. O corpo produz endocanabinoides, que são neurotransmissores que se ligam aos receptores canabinoides no sistema nervoso. Estudos demonstraram que o CBD pode ajudar a reduzir a dor crônica, afetando a atividade do receptor endocanabinoide, reduzindo a inflamação e interagindo com neurotransmissores.

  • Redução de ansiedade e depressão

O óleo de CBD tem se mostrado uma opção bastante eficiente no tratamento da ansiedade e da depressão e é menos prejudicial dos que os medicamentos normalmente usados para essas doenças, que podem causar efeitos colaterais negativos, como sonolência, agitação, insônia, disfunção sexual e dor de cabeça. O óleo CBD também já se mostrou seguro no tratamento de insônia e ansiedade em crianças com transtorno de estresse pós-traumático. Essas qualidades estão ligadas à capacidade do CBD de atuar nos receptores cerebrais da serotonina, um neurotransmissor que regula o humor e o comportamento social.

  • Ajuda nos sintomas do tratamento do câncer

O óleo ajuda a reduzir os sintomas relacionados ao câncer e dos efeitos colaterais do tratamento, como náusea, vômito e dor, causados pela quimioterapia. Embora existam medicamentos que ajudam com esses sintomas, às vezes são ineficazes, levando algumas pessoas a procurar outras alternativas.

  • É capaz de proteger os neurônios

Pesquisas indicam que a capacidade do CBD de atuar no sistema endocanabinoide e em outros sistemas cerebrais pode trazer benefícios para pessoas com distúrbios neurológicos. Epilepsia e esclerose múltipla são doenças que já se beneficiam dessa capacidade do CBD. Um estudo concluiu que o óleo CBD reduziu significativamente a atividade convulsiva em crianças com síndrome de Dravet, um complexo distúrbio de epilepsia infantil, em comparação com um placebo. Outros estudos mostraram também que o tratamento com CBD melhorou a qualidade de vida e a qualidade do sono de pessoas com doença de Parkinson e que o CBD pode diminuir a inflamação e ajudar a prevenir a neurodegeneração associada à doença de Alzheimer.

  • Cuida da saúde do coração

Pesquisas recentes vincularam o CBD a vários benefícios para o coração e o sistema circulatório, incluindo a capacidade de baixar a pressão alta, associada a riscos mais altos de várias condições de saúde, incluindo derrame, ataque cardíaco e síndrome metabólica. Os pesquisadores avaliam que as propriedades redutoras de estresse e ansiedade do CBD são responsáveis ​​por sua capacidade de ajudar a baixar a pressão arterial.

Nos conte se você já conhecia tudo sobre o óleo de cannabis. E se gostou desse texto compartilha com os amigos. Caso queira conhecer mais sobre os benefícios da maconha, clique aqui.


Leave a Reply

Your email address will not be published.