Conforme avançam os estudos com a Cannabis medicinal, são descobertas doenças que podem se beneficiar do tratamento com a erva. Já é comprovada a eficiência do tratamento de doenças do estômago com a maconha medicinal, agora, estudos iniciais demonstram que o uso da Cannabis para úlceras pode ajudar no processo inflamatório nos pacientes. Pesquisas indicam que o tratamento pode ser usado tanto em úlceras orais, quanto em úlceras estomacais. Leia neste texto as primeiras descobertas do uso da Cannabis para úlcera.

Úlceras orais

As úlceras orais são lesões que ocorrem na região da boca, principais no interior das bochechas ou nas gengivas. Normalmente as feridas ficam até duas semanas na boca da pessoa e causam desconforto para comer, beber ou falar.

Normalmente, as úlceras podem ser causadas por machucados com o fio dental ou a escova ou mordida na parte interna da bochecha; pastas ou enxaguantes com sulfato de sódio; consumo de alimentos ácidos; infecções bacterianas, virais ou fungicas; estresse; e ainda por algumas doenças, como: doença celíaca, doenças no intestino, doença de Bechet e HIV.

Alguns tratamentos mais simples incluem bicabornato de sódio, leite de magnésia, benzocaína, gelo e enxaguantes com esteroides.

Úlceras estomacais

A úlcera estomacal, ou úlcera gástrica, é uma ferida na parede do estômago e que provoca dores abdominais, queimação, enjoo, vômitos e até alteração nas fezes. Os sintomas ficam mais fortes após as refeições. A úlcera é causada, principalmente, por uma infecção bacteriana, mas pode ser causada também por ingestão de medicamentos anti-inflamatórios, estresse, consumo excessivo de bebidas alcoólicas e fatores genéticos.

O tratamento com a Cannabis para úlceras

O tratamento com Cannabis para úlceras orais é feito com o canabidiol (CBD). A substância, que possui efeitos anti-inflamatório, antioxidante e analgésico, ajuda, principalmente, na inflamação das feridas. O efeito foi comprovado em um estudo experimental desenvolvido em modelo animal. Os pesquisadores avaliaram o efeito do uso do CBD, nas doses de 5 e 10 mg/kg, por 3 e 7 dias, no reparo de lesão de úlcera induzida no ventre lingual de 60 ratos. O tratamento com CBD diminui as inflamações das lesões após 3 dias. Dessa forma, concluiu-se que o CBD é capaz de modular o processo inflamatório em lesões ulceradas orais, podendo representar uma alternativa promissora no manejo dessa condição.

No caso das úlceras estomacais, o tratamento é feito com o óleo de Cannabis, também produzido com o canabidiol. Estudos demonstraram que a ingestão do óleo é capaz de reduzir a produção de ácido estomacal, reduzindo as úlceras. O tratamento também relaxa os músculos do trato gastrointestinal. Além dessas possibilidades, a Cannabis é capaz de prevenir o crescimento de úlceras, reduz a dor e ajuda a aliviar náuseas.

Se você gostou desse conteúdo compartilhe com seus amigos e familiares. E comente aqui para nós outros conteúdos que você gostaria de ler aqui no Plantando Bem.

Para continuar lendo sobre a Cannabis medicinal, clique aqui e leia sobre o tratamento da doença de crohn e aqui para ler sobre o tratamento da colite ulcerativa. Você poderá conferir como a Cannabis tem um papel importante para os pacientes que sofrem de doenças no intestino.

Fontes:

http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/7905

https://www.minhavida.com.br/saude/temas/ulceras-orais

https://cuidadospelavida.com.br/saude-e-tratamento/hpylori/ulcera-estomago-causas-tratamento


Leave a Reply

Your email address will not be published.